Zona de vestir

As crianças estão sempre a crescer e quando dá conta metade do roupeiro não serve. Está à procura de uma peça de roupa, no meio da confusão das gavetas e não encontra a tal meia que procura? Então está na hora de pensar na organização do roupeiro do seu filho tendo em conta a rotinas diária e a idade/autonomia da criança.

Em princípio, com o destralhe, já agrupou a roupa por tipo/categoria. E esse é mesmo o primeiro passo para organizar a roupa. Juntar todas as peças da mesma categoria junta. Por um lado para perceber quantas peças tem, mas também para perceber qual o melhor lugar para as guardar. Tenha em conta também roupa que vai eventualmente comprar. Quando começar a guardar, organize-a por cores.

  • Tendo em conta o espaço disponível – prateleiras, gavetas ou varões, defina um local para cada categoria de roupa.
  • Para a roupa que vai pendurar sugiro que use cabides iguais. Tenha em consideração que a roupa de criança é mais pequena e que os cabides de adulto não servem para algumas peças. As peças que se penduram são: casacos, vestidos, jardineiras e camisas. Dependendo do espaço disponível também pode pendurar t-shirts e sweat-shirts.
  • Maximize o espaço nas gavetas com divisórias, colmeias ou caixas/cestos e dobrando as peças corretamente. Na aula de organização do quarto tem alguns vídeos de dobras para ajudar. Coloque a roupa na vertical, lado a lado, sempre na direção do fundo da gaveta. O objetivo é que ao abrir o roupeiro e as gavetas tenha a visão de toda a roupa que tem, esteja ela pendurada ou dobrada.
  • No caso de ter mais prateleiras, organize a roupa colocando uma peça por cima da outra. Evite fazer pilhas muitos altas – máximo 4/5 peças (dependendo da grossura também). Também pode usar caixas/cestos e ou colmeias para organizar a roupa em prateleiras. 
  • Use dobradores para fazer as dobras e garantir que todas as peças ficam com o mesmo tamanho. Na minha loja tenho disponível um conjunto de dobradores para ajudar.
  • Relembro que deve colocar a roupa que usa com mais frequência nas gavetas ou prateleiras mais à mão e a roupa que utiliza menos nas gavetas ou prateleiras menos acessíveis. Aliás, peças pouco usadas podem guardar-se em caixas ou em sacos a vácuo (sempre identificados) na parte de cima do roupeiro ou na arrecadação.
  • Guarde os sapatos numa prateleira ou na parte de baixo do roupeiro.
  • Nas gavetas ou prateleiras use etiquetas para identificar o tipo de roupa, por exemplo, camisolas de manga curta, camisolas manga compridas, etc.. Vai ajudar muito na hora de guardar a roupa de volta ao sítio certo, em especial se não é sempre a mesma pessoa a fazê-lo.
  • Espreite algumas das ideias e soluções de organização que recolhi para si. Tem mais ideias e inspirações nesta pasta do meu Pinterest.