Passo a passo para organizar

COMECE AQUI

PASSO 1 – Tire fotos ao quarto, a todos os móveis, armários, prateleiras e gavetas.

Para este aula proponho que comecemos pela organização do roupeiro e depois passemos aos acessórios. E por fim, ao espaço em si.

PASSO 2 – Está na hora de destralhar e limpar os espaços. A minha sugestão é que comece pela roupa e depois passe aos acessórios. Mas não misture tudo. Vai criar demasiado ruído visual, o que pode levar a confusão e desânimo. 

  1. Junte todos os objetos – Coloque tudo em cima da cama ou no chão em cima de um tapete. É importante que tire mesmo tudo, para que possa ver todos as peças e acessórios. Se tiver peças ou acessórios noutras divisões junte-os também. Para que tenha “the big picture”. Tente retirar e ir agrupando por categorias. Por exemplo, as calças todas juntas, as malas juntas, etc. Isto vai facilitar o seu trabalho mais à frente.
  2. Aproveite para limpar as prateleiras, gavetas, caixas, cestos. Deixe secar enquanto passa ao seguinte passo.
  3. Escolha o que é para ficar. Como sugeri mais atrás, se tiver tudo separado por categorias é mais fácil para começar a fazer escolhas. Comece pela roupa e depois passe aos acessórios. Para não se sentir muito confuso pode retirar algumas categorias do quarto e colocar por exemplo no corredor e depois voltar a elas.
    1. Use os cartões de destralhe para ajudar e tenha sacos ou caixas para ir separando a roupa e acessórios.
    2. Separe roupa que já não serve, gasta, com rasgões, para arranjar, etc. Acessórios partidos, com falta de peças, estragados, que já não gosta, etc. Para ajudar, pergunte-se:
      1. Uso regularmente? Gosto e faz-me sentir bem? FICAR
      2. Uso pouco, mas em ocasiões especiais? FICAR
      3. Gosto da peça, mas precisa de arranjo? FICAR (separar para levar a arranjar)
      4. Não uso ou quando uso não me faz sentir bem? SAIR
      5. Não gosto, tem uma mancha ou tem um rasgão? SAIR
      6. Peça sentimental. FICAR (guarde numa caixa de recordações)
      7. Aproveite para fazer uma lista do que precisa comprar ou arranjar.
  4. Retire fisicamente tudo o que não quer que fique para fora do quarto antes de passar ao próximo passo. Coloque em sacos ou caixas, e se possível já identificados com o seu destino.

PASSO 3 – Vamos organizar! Com a escolha feita do que fica e tudo limpo, está na hora de começar a organizar, relembrando sempre que:

  • Deve agrupar os objetos em categorias. Aqui ficam alguns exemplos:
    • Roupa:
      • Partes de cima: camisolas, camisas, tops, casacos, etc.
      • Partes de baixo: calças, calções, saias, etc.
      • Vestidos, macacões, etc.
      • Roupa de desporto: toda a roupa que só usa para desporto
      • Roupa interior: cuecas, meias, soutiens, camisolas interiores, pijamas
      • Roupa de festa: vestidos, fatos, etc.
    • Acessórios:
      • Bijuteria e jóias
      • Óculos 
      • Sapatos
      • Malas e carteiras
      • Cintos
      • Encharpes e cachecóis
      • Luvas, gorros, chapéus
    • E depois dentro da categoria, organize a roupa e acessórios por cores:
  • Encontrar um lugar para cada coisa tendo em conta a sua rotina: Antes de voltar a guardar tudo, pense como utiliza essa peça ou acessórios no seu dia-a-dia, de forma a encontrar o sítio perfeito que lhe facilite a rotina diária de vestir e depois de guardar depois de usar. Antes de voltar a guardar tudo, pense bem onde faz sentido guardar:
    • Se usa diariamente, deverá estar mais acessível – nas prateleiras e gavetas mais à mão.
    • Enquanto que se é uma peça ou acessórios que só usa uma vez por mês ou até menos, pode guardar num local menos acessível – na parte superior do roupeiro,  mais ao fundo nas prateleiras ou nas últimas gavetas.
    • Desta forma garante que estes objetos menos utilizados não atrapalham a sua rotina diária. A ideia é que com um ou dois movimentos possa ter acesso ao produto.

      Dica arrumadinha: antes de voltar a guardar a roupa ou acessórios no roupeiro escreva as várias categorias que tem em post its e simule onde vai guardar cada uma, desta forma tem uma ideia de onde vai tudo ante de voltar a guardar. Pode também fazer um desenho e apontar num papel. Fazer um tipo mapa do roupeiro.
  • Tirar o máximo partido do espaço disponível e adapte-o à sua rotina diária: algo que eu quero que pense também é no espaço e na forma como o roupeiro está desenhado. Por vezes, o roupeiro não trabalha a nosso favor e é preciso fazer alguma modificações para o melhorar. Por exemplo: colocar mais um varão ou mais prateleiras pode ser uma mudança fácil de fazer e que ajude a tirar mais partido do espaço disponível. Ou, se o seu roupeiro tem poucas gavetas e mais prateleiras, pode usar caixas ou colmiea spara guardar a roupa nas prateleiras que acabam por fazer o mesmo efeito. Para além disso:
    • Padronize os cabides, ou seja use cabides iguais. Ao padronizar os seus cabides:
      • Passa a ter a visibilidade de toda a roupa, o que facilita escolher a peça e fazer conjuntos, e com os cabides iguais, fica toda ao mesmo nível.
      • Facilita também tirar e voltar a guardar no mesmo sítio – o cabide fica livre, por isso, sabe onde devolver e o movimento de tirar a t-shirt de um cabide é mais fácil do que tirar uma t-shirt de uma pilha (numa pilha de roupa, o mas natural seria deixar cair tudo e depois deixar assim sem dobrar).
      • Facilita-me a rotina da roupa, pois só preciso de passar e colocar logo no cabide. Acabaram-se as dobras.
    • Aposte na dobra da roupa – o segredo para ver tudo o que tem e cuidar da roupa está na dobra. Use os dobradores, tábuas ou mesmo um livro para conseguir o padrão desejado.
      • Não se esqueça de medir o espaço antes de definir o tamanhos da dobra. O mesmo com as gavetas. Simule com o dobrado para ver quantas filas de roupa consegue fazer.
      • No final deste Curso tem vários exemplos de dobras. Pessoalmente gosto da dobra vertical, quer permite que possa ter visibilidade de toda a roupa no seu roupeiro
    • Use caixas e organizadores para organizar e separar a roupa em categorias:
      • Caixas ou cestos para guardar calças, camisolas, etc.
      • As colmeias também são excelentes para organizar a roupa tanto em gaveta como em prateleiras.
    • Identifique tudo com etiquetas!
    • Perfume o espaço, proteja-o de traças e humidades:
      • Use sabonetes, saquinhos de alfazema, gessos perfumados e ambientadores para perfumar o roupeiro e a manter a roupa cheirosa.
      • Use também desumidificadores para eliminar a humidade do roupeiro. Gosto especialmente dos cabides da Humydry.

Em resumo:

  1. Padronize os cabides e guarde apenas uma peça em cada um.
  2. Organize as roupas por cores.
  3. Use organizadores  e colmeias para organizar e manter a ordem. 
  4. Os dobradores são perfeitos se quer dobrar tudo com o mesmo tamanho.
  5. Identifique usando etiquetas.
  6. Perfume o espaço.

PASSO 5 – Agora que está tudo org