Dicas rápidas para dar uma ajuda extra

  • Rode as tarefas –  rodar as tarefas pela família, não só para que todos tenham a oportunidade de aprender a fazer a tarefa, mas principalmente para não desmotivar quem a tem de fazer.

  • Tarefas certas por idade e gosto – adapte as tarefas à idade e desenvolvimento da criança (na próxima aula dou exemplo) e também aos gostos de cada um. No caso da limpeza da casa, opte por dar aos mais pequenos tarefas mais simples. Mesmo que não fique perfeito, o importante é envolver o seu filho.

  • Ter os materiais certos – de forma a que as limpezas ou tarefas da casa corram da melhor forma, deve garantir que todos os objetos ou ferramentas a utilizar estão disponíveis. Não pode esperar que os seus dois filhos limpem o pó ao mesmo tempo, se só tem um espanador. Garanta que todos têm acesso aos objetos e produtos necessários para realizar as tarefas.

  • Ensinar – como tudo na vida, não pode esperar que os seus filhos ou a sua cara metade saibam como fazer determinadas tarefas à primeira, em especial se nunca as fizeram antes. Antes de exigir que façam alguma tarefa, explique como se faz ou como gosta que seja feia. Se não o fizer, corre o risco de ter de fazer depois novamente e isso é o que se procura evitar. Re-trabalho nunca será a solução.

  • Cada coisa no seu lugar – no seguimento da dica anterior, à medida que vai definindo um lugar para cada coisa na sua casa, tire um tempo para explicar e mostrar ao resto da sua família onde é o lugar de cada coisa. Não pode esperar milagres se não souberem onde devem guardar cada coisa depois de utilizar.

  • Torne a organização e limpeza divertida – ponha música e torne a tarefa divertida.

  • Recompensa – caso se aplique, pode definir recompensas para quem cumpra as tarefas. Pode definir um valor monetário por tarefas ou por exemplo, uma recompensa de grupo se todos contribuírem. Será uma forma de todos se responsabilizarem.